maio 27th, 2010 | 4 Comentários »

VAnessa Duguet Arruda 

Meus filhos

Há uma lição que gostaria que vocês dois nunca se esquecessem: tudo que nos acontece é um aprendizado! Por mais que apareçam em nossas vidas tantos desacertos, contrariedades ou fatalidades, é preciso saber administrá-los. Este é o segredo do bem-viver. E vocês estão sendo submetidos a tantos contratempos! Mas, o que importa é que estão sabendo superar tudo, tudo…

Outra lição que praticamente é uma receita, e que deve ser seguida à risca, pra uma boa relação a dois: – respeito, cerimônia e amor para com o outro. Cerimônia significa não deixar que o excesso de liberdade extrapole.

buy generic levitra online uk

Xingamentos, beliscões, palavrões, gritarias são o que chamamos de excesso de liberdade e… falta de educação.

Respeito é a palavra chave. Respeitar a opinião, o individualismo, perceber que a liberdade de cada um termina onde começa a do outro, com certeza, gera harmonia, compreensão e a sabedoria do diálogo.

E finalmente, o amor. Ah, o amor! O principal ingrediente que direciona o relacionamento. Dele se originam a cerimônia e o respeito. Dele vem a sabedoria para lidar com o amado(a). Dele vem a possibilidade da relação ser duradoura. Nele se constrói o lar, o exemplo para quem os cerca, inclusive para os filhos. Dele vem o amparo para as mais difíceis horas. Dele se percebe o caráter de cada um. Dele se solidifica a boa vontade, o carinho e o cuidado com a pessoa escolhida.

Agora, acima deste tripé de sustentação (cerimônia, respeito e amor) há uma força maior: Deus. Por isto, meus queridos filhos, nunca e jamais se esqueçam de colocar Deus na frente de qualquer decisão. E nunca deixem de orar e pedir proteção.

         Amo vocês e estou feliz pelo casamento. Ela, a noiva, é uma mulher de ouro, trabalhadora, honesta e de grandes valores. Ele, o noivo, também é assim. Portanto, conservem estas virtudes. Aprimorem mais, se puderem. Com certeza, serão felizes.

         De coração,

         Mãe e sogrinha

(matéria publicada no Jornal Tribuna das Gerais, fevereiro/2010)

Últimos Posts