julho 19th, 2011 | Sem Comentários »

As conseqüências do

Emagrecimento rápido e fácil

Todo mundo tem um sonho. Estava nas paginas da revista Veja  a realização dos sonhos dos gordinhos, ou seja, emagrecer rápido, fácil, sem exercícios físicos sem deixar de ingerir as maravilhosas e calóricas comidas.

Na semana passada  a revista trouxe  uma reportagem fantástica, que mexeu com o imaginário dos obesos, ao citar um medicamento – Victoza- de uso exclusivo para diabéticos e que faz emagrecer de 7 a 12 quilos em apenas cinco meses. Milagre? Vejamos.

Responsável pela liberação de toda e qualquer medicação no Brasil a ANVISA – Agência Nacional da Vigilância Sanitária esclarece que a Victoza teve seu uso liberado em março de 2010, exclusivamente para pacientes adultos com  diabetes mellitus tipo 2. É um produto “biológico”, de uso injetável, contendo a substância liraglutida. Portanto, seu uso não é indicado para emagrecimento.

O próprio laboratório fabricante  faz um alerta na bula que o medicamento é novo e, embora pesquisas tenham indicado eficácia e segurança aceitáveis, mesmo que indicado e utilizado corretamente, podem ocorrer eventos adversos, imprevisíveis ou desconhecidos. Nesse caso informar ao médico que o prescreveu imediatamente.

A Anvisa ainda alerta que o seu uso fora da indicação do diabetes pode acarretar pancreatite, desidratação, alergias e alteração na função renal.

         O Farmacêutico Bioquímico, Dr. Márcío Antônio de Oliveira, fez questão de enfatizar os efeitos colaterais de um antiabético em pessoas que não são diabéticas. Pode causar sérios danos ao organismo como o câncer no  pâncreas, hipotireoidismo, hipoglicemia, diarréias, náuseas e vômitos. Além disto, Dr. Márcio ainda chama atenção para o  alto custo da medicação que gira em torno dos quatrocentos reais.

Até que ponto vale à pena realizar um sonho pagando um preço tão alto? Reflexões à parte. Somos livres para fazer escolhas. Que impere o bom senso, a sensatez  e a cautela que aliados à realização dos sonhos traga a tão sonhada felicidade.

(Matéria publicada no jornal Tribuna das Gerais, setembro/2011)

Últimos Posts