junho 7th, 2010

Educação em família

Idéias para melhorar o desempenho escolar dos filhos

VAnessa Duguet Arruda 

Educação dos filhos.

Quer queiram quer não é um assunto sempre presente quando os pais se reúnem. Qual a melhor maneira de educá-los? Como acertar na maioria das vezes? Como estimulá-los a estudar ou a fazer leituras?

Para auxiliar os pais nesta tarefa simples, mas de grande importância, relacionamos algumas idéias práticas, baseadas em pesquisas e na experiência dos melhores profissionais em educação:

1-      Converse com seu filho

. Pergunte o que ele aprendeu no colégio e mostre-se bastante interessado.

A participação da família contribui bastante para o aprendizado da criança. Quando os pais participam da vida escolar os filhos, as notas aumentam em torno de 20%.

. Proponha que ele lhe ensine algo que aprendeu na escola. Esta é uma boa maneira para ele fixar o conteúdo.

. Pergunte se ele tem dificuldades em alguma matéria.

2-      Cobre as obrigações do seu filho

. garanta que ele vá à escola na hora certa.

. Faça perguntas para descobrir se ele presta atenção nas aulas.

. Ensine-o a respeitar os professores, os funcionários e os colegas.

. Confira se ele faz a lição de casa diariamente.

. Não deixe seu filho faltar às aulas sem necessidade.

Diversos estudos mostram que faltas dificultam muito a aprendizagem de crianças e adolescentes. Quanto mais aulas um aluno perder, maiores serão as chances de ele tirar notas ruins e repetir de ano.

3-      Acompanhe a lição de casa

. Combine com o seu filho um horário para os estudos.

. Separe um lugar da casa para a lição – deve ser o mais tranqüilo possível.

. Ofereça sempre ajuda, mas não faça as lições por seu filho.

Estudos comprovam que filhos estimulados pelos pais a estudar e a fazer as lições de casa têm um desempenho melhor. Mas atenção: estimular não é executar a tarefa pela criança. Também de acordo com as pesquisas, pais que fazem isso prejudicam o aprendizado. Em resumo, acompanhe, mas não dê a resposta das lições de casa.

. Estimule-o a pesquisar e descobrir as respostas por conta própria.

4-      Fique de olho no aprendizado de seu filho

. Veja se seu filho está aprendendo o que deveria na idade dele:

- Aos 8 anos, ele deve saber ler e escrever com facilidade.

- Aos 10 anos, deve saber somar, subtrair, multiplicar e dividir.

- Aos 14 anos, deve resolver uma equação de 1º grau com duas variáveis (X e Y) e interpretar textos com diferentes opiniões.

Um dossiê do Departamento de Educação dos EUA constatou que o acompanhamento constante dos pais influi mais no rendimento escolar de uma criança do que a renda da família.

. Confira sempre as notas e o boletim do filho:

- Se forem ruins, pergunte ao professor como você pode ajudar.

- Se forem boas, elogie-o para que continue assim.

5- Incentive seu filho a ler

. Leia sempre. É bom para você e excelente para seu filho, que seguirá o seu exemplo naturalmente.

. Leia para ele desde bebê, com entonação e emoção!

Várias pesquisas comprovam que filhos cujos pais leram bastante para eles quando pequenos têm um desempenho melhor em sala de aula. A proximidade com o mundo da escrita facilita a alfabetização e ajuda em todas as matérias escolares, pois grande parte do aprendizado em história, geografia, matemática etc. se dá por meio da leitura de livros.

. Dê livros e revistas de presente para seu filho.

. Deixe os livros ao alcance das mãos dele.

Um dos fatores que mais influencia positivamente a aprendizagem é a presença de livros em casa. Lares modestos com mais livros produzem melhores alunos do que lares mais ricos com menos livros. Ou seja, quanto mais livros em casa, melhor será o desempenho das crianças. Mas não basta ter, é preciso ler.

. Estimule atividades que usem a leitura: jogos, receitas, mapas.

. Faça da leitura um momento de prazer – pode até estourar pipocas.

. Leve-o para explorar as bibliotecas e livrarias próximas de sua casa.

. Ensine-o a emprestar livros aos amigos e a pedir emprestado.

6- Valorize a escrita

. Tenha sempre lápis e papel em casa.

. Escreva bilhetinhos para o seu filho. Assim, ele entenderá a utilidade da escrita.

. Brinque de palavras-cruzadas, caça-palavras, forca.

. Compre um diário e estimule seu filho a escrever recordações.

. Incentive-o a não mudar a grafia das palavras ao usar o computador.

. Peça ajuda para escrever a lista de compras, anotações em álbuns de fotografia etc.

7- Dê o exemplo

. Seja coerente: suas atitudes refletem o que você pensa.

. Mostre que estudar é importante e ler, divertido.

  Estude e leia sempre.

. Seja curioso: pergunte, questione, procure entender.

Fonte: www.educarparacrescer.com.br

(Matéria publicada no Jornal Tribuna das Gerais, set/2009)

 

Você pode acompanhar as respostas para este post assinando nosso RSS 2.0 feed. Você pode deixar um comentário, ou trackback do seu site.

Deixe um comentário