junho 17th, 2016

Esportes
estratégia de inovação empresarial

Habilidade para tomar decisões compartilhadas, liderar de forma participativa, demonstrar capacidade empreendedora, gerar resultados sob pressão e usar o talento para gerenciar e trabalhar em equipe, são alguns componentes dos perfis de competência exigidos pelo mercado.
Em função da definição de perfis profissionais cada vez mais abrangentes, as empresas buscam caminhos para dinamizar seus programas de desenvolvimento de pessoal e inovar em suas práticas de treinamento.
Uma opção faz-se presente aliada à forma tradicional da capacitação profissional. A inclusão dos esportes vem ganhando a adesão dos profissionais de Recursos Humanos (RH) e chama a atenção dos executivos, dos gerentes e da própria equipe. Já se enxerga neste tipo de atividade uma ferramenta para melhorar performances no trabalho.
Um programa de treinamento e desenvolvimento empresarial que inclui atividades esportivas apresenta algumas vantagens. O elemento motivação é reforçado em função do cenário e do estímulo inerente aos jogos e esportes.
As possibilidades de trabalhar as competências exigidas neste novo cenário são ampliadas. Vamos tomar como exemplo o esporte “paint ball”. Que aspectos de desenvolvimento são evidenciados através dele em um processo de desenvolvimento? Maior compreensão pelo grupo da importância do estabelecimento de metas e estratégias para atingimento de resultados.
Melhoria nas relações interpessoais, fortalecendo a integração dos membros das equipes de trabalho. Reforço da autoconfiança, comportamentos cooperativos e determinação. O programa Paintball Corporativo proporciona desafios que impõem dificuldades e auxiliam as pessoas a vivenciar, numa atmosfera arejada e natural as habilidades pessoais para comunicação, administração de conflitos, trabalho em equipe, tomada de decisões, cooperação, solidariedade, organização e gerenciamento de tempo e risco, planejamento e liderança, entre outros quesitos indispensáveis a uma empresa.
O melhor aprendizado é no “campo de batalha”. Se o mercado é uma guerra, preparar equipes para enfrentar as batalhas é uma ótima estratégia.
Frente às vantagens e resultados provenientes dos esportes, deixo minhas sugestões aos leitores desta coluna: aproveitar os recursos existentes em Minas para incluir essa inovação em seus programas de treinamento e desenvolvimento das equipes. Certamente uma estratégia de valor que trará bons resultados.

Autora: Suzanni Marotta. Psicóloga, MBA em Administração Estratégica, Master Coach, Consultora e Gerente de Recursos Humanos. suzanni@ppbh.com.br

Você pode acompanhar as respostas para este post assinando nosso RSS 2.0 feed. Você pode deixar um comentário, ou trackback do seu site.

Deixe um comentário