maio 18th, 2010

 

                                                           Vanessa Duguet Arruda

O abraço da pessoa bem querida

É como aqueles dias que você acorda iluminado.

Dias que você tem o dom de fazer poemas

Com rimas do nome da pessoa bem amada.

Ou mesmo de fazer um bolo de marshmellow

Nem tanto pelo sabor do alimento

Mas pelo prazer em despertar o imaginário.

O abraço é um êxtase

Que você tenta prolongar

Mas não tem o dom de conseguir

Nem mesmo nestes dias iluminados.

E se, então, o abraço

Vem da pessoa bem mais que querida

Você flutua

E exterioriza

Toda a carga de sentimentos

Sedimentada em você.

Você vive o abraço.

Você vive o mundo num abraço

E torna-se capaz de parar o mundo neste abraço.

No seu abraço

Em teus braços.

Você pode acompanhar as respostas para este post assinando nosso RSS 2.0 feed. Você pode deixar um comentário, ou trackback do seu site.

5 Comentários para “Apenas um Abraço”

Flávia disse:

Vanessinha,
Parabéns pelo seu blog, ficou muito bonito e interessante.
Amei os seus poemas. Fazer poesias é um dom.
Abraços,
Flávia

vanessa disse:

Que bom que gostou! Bjs

vanessa disse:

Flavinha, que bom que deu uma olhada. Aceito sugestões e peço que divulgue, por favor!
Saudades de você.
Bjs
VAnessa

viviane disse:

lindo poema amei o abraço faz o dia ficar mais bonito

vanessa disse:

Obrigada! Certamente um abraço de coração abre portas, cria simpatias, fortalece amizades.
Enfim, o abraço é um remédio milagroso!

Deixe um comentário