setembro 11th, 2016 | Sem Comentários »

Quem merece nossos votos?
Em épocas de eleições somos procurados por diversos candidatos a um determinado cargo político. Querem nos convencer que são as nossas melhores opções e nos bombardeiam com diversas promessas. No entanto, precisamos rever nossas posições, pois somos nós, eleitores, os mais importantes neste processo. Nosso voto vale OURO.
Assim pensando eu pergunto: quais as características de alguém merecedor do nosso voto? Primeiramente ser um ficha limpa. Pra quem não sabe a Lei da Ficha Limpa impede que os candidatos em débito com a justiça se candidatem para Vereador, Prefeito, Deputado, Senador ou à Presidência da República. O surpreendente de tudo que é uma lei de iniciativa popular (numa clara evidência da insatisfação do povo com as mazelas políticas), que foi aprovada pelo TSE- Tribunal Superior Eleitoral, em 2010. Hoje, em pleno ano de 2016, “esta Lei está sendo flexibilizada por alguns ministros de tribunais superiores, que têm autorizado candidaturas de políticos até condenados”, segundo o Jornal o Globo. No entanto, eleitores por conta própria podem verificar no site do TSE se seus candidatos são dignos de seu voto.
Outro ponto importante é comparar um candidato político com um candidato a uma vaga em empresa privada. O que ele promete seria suficiente para ser admitido como Presidente no mundo corporativo? Passaria nos testes e entrevistas? Se sim, caso não cumprisse com suas promessas sofreria sansões pelo não cumprimento de sua palavra? Demissão? Ou de quatro em quatro anos assistiríamos processos de impeachment?
A terceira exigência e a mais importante de todas é a postura ética e transparente de cada um. Para àqueles que querem se reeleger, durante os mandatos acaso faltaram com a ética? Cumpriram promessas? Defenderam o interesse popular?
Quais leis aprovaram em prol do povo? Quem voltou às ruas para rever de perto as dificuldades dos bairros? Agora para àqueles que pleiteiam uma vaga pela primeira vez é fácil detectar seu caráter. Ele é educado? Trabalhador? Cuida bem de sua família? Respeita seus vizinhos e tem conduta civilizatória? É alguém que faz alguma coisa pela comunidade? Respeita a todos? Tem vícios inadmissíveis?
Há milhares de atitudes que norteiam o caráter de alguém, contudo, o básico é o mínimo que se pode ter e, no cotidiano isso é facilmente percebido. Também é o suficiente para determinarmos se alguém que não possui este mínimo será nosso representante.
Saber dialogar com os pares, delegar funções e não centralizar o poder também é imprescindível. Ser um bom administrador, não tolerar corruptos em seu governo e não praticar corrupções é obrigação de todos. Muitas outras características de relevância como a honestidade, o dinamismo, a boa escolha de seus secretários, um bom planejamento de governo, boa disposição, a visão de crescimento das cidades, redução de impostos etc etc não poderão faltar.
Mas tem algo que a nenhum político poderia faltar jamais: humildade, sensibilidade, ter um bom coração e ter muita gratidão a tudo e a todos.

Setembro 2016

Últimos Posts